2007/11/30

Dope Nose Delirium-Set @ Bar Agito, 29 Nov '07


Como habitualmente, os agradecimentos a todos os amigos (não vou citar nomes porque corro sempre o risco de me esquecer de alguém) que estiveram presentes neste meu último delírio, em especial à Irene que fazia anos, a todos os habitués e forasteiros (destaque para os espanhois e ingleses em quasi-histeria) do Bar Agito e a toda a equipa de serviço do Agito que mais uma vez proporcionou uma excelente noite a todos.

E para hoje à noite, não esquecer isto. :)

Segue-se o set da noite "Dope Nose Delirium":

1. Damien Dempsey - Spraypaint Backalley [do álbum 'Shots']
2. Athlete - Chances [do álbum 'Tourist']
3. Micah P. Hinson - Don't Leave Me Now! [do álbum 'Micah P. Hinson And The Opera Circuit']
4. Low - Murderer [do álbum 'Drums And Guns']
5. Ambulance LTD - Primitive (The Way I Treat You) [do álbum 'LP']
6. The Twilight Sad - And She Would Darken The Memory [do álbum 'Fourteen Autumns And Fifteen Winters']
7. Oh No! Oh My! - Our Mouths Were Wet [do EP 'Between The Devil And The Sea']
8. Islands - Don't Call Me Whitney, Bobby [do álbum 'Return To The Sea']
9. Suburban Kids With Biblical Names - Funeral Face [do álbum '#3']
10. The Wrens - This Boy Is Exhausted [do álbum 'The Meadowlands']
11. Arcade Fire - Neighborhood #1 (Tunnels) [do álbum 'Funeral']
12. The Besnard Lakes - And You Lied To Me [do álbum 'The Besnard Lakes Are The Dark Horse']
13. She's Spanish, I'm American - The Ocean Always Wins [do EP 'She's Spanish, I'm American']
14. Andrew Bird - Simple X [do álbum 'Armchair Apocrypha']
15. iLiKETRAiNS - We Go Hunting [do álbum 'Elegies To Lessons Learnt']
16. Midlake - She Removes Her Spiral Hair [do EP 'Milkmaid Grand Army']
17. Ra Ra Riot - Can You Tell [do EP 'Ra Ra Riot']
18. Clap Your Hands Say Yeah - Underwater (You And Me) [do álbum 'Some Loud Thunder']
19. Band Of Horses - No One's Gonna Love You [do álbum 'Cease To Begin']
20. The Rosebuds - My Punishment For Fighting [do álbum 'Night Of The Furies']
21. Josh Rouse - Hollywood Bass Player [do álbum 'Country Mouse, City House']
22. Teenage Fanclub - Fallen Leaves [do álbum 'Man-Made']
23. GoodBooks - Walk With Me [do álbum 'Control']
24. The Kissaway Trail - Smother + Evil = Hurt [do álbum 'The Kissaway Trail']
25. Peter Bjorn & John - It Beats Me Everytime [do álbum 'Falling Out']
26. IAMX - Kiss And Swallow [do álbum 'Kiss + Swallow']
27. New Order - Krafty [do álbum 'Waiting For The Siren's Call']
28. Duels - Potential Futures [do álbum 'Bright Lights & What I Should Have Learned']
29. Polytechnic - Cold Hearted Business [do CD-Single 'Cold Hearted Business']
30. The Cinematics - Sunday Sun [do álbum 'A Strange Education']
31. Bloc Party - I Still Remember [do álbum 'A Weekend In The City']
32. The Postal Service - Such Great Heights [do álbum 'Give Up']
33. Pink Mountaintops - Can You Do That Dance? [do álbum 'Pink Mountaintops']
34. Sunset Rubdown - The Mending Of The Gown [do álbum 'Random Spirit Lover']
35. Animal Collective - Fireworks [do álbum 'Strawberry Jam']
36. Arcade Fire - Black Mirror [do álbum 'Neon Bible']
37. Blonde Redhead - Spring And By Summer Fall [do álbum '23']
38. Spoon - You Got Yr. Cherry Bomb [do álbum 'Ga Ga Ga Ga Ga']
39. The National - Apartment Story [do álbum 'Boxer']
40. The Hold Steady - Stuck Between Stations [do álbum 'Boys And Girls In America']
41. My Teenage Stride - To Live And Die In The Airport Lounge [do álbum 'Ears Like Golden Bats']
42. Pela - Song Writes Itself [do álbum 'Anytown Graffiti']
43. Okkervil River - A Hand To Take Hold Of The Scene [do álbum 'The Stage Names']
44. Liars - Clear Island [do álbum 'Liars']
45. Yeah Yeah Yeahs - Down Boy [do EP 'Is Is']
46. The Strokes - On The Other Side [do álbum 'First Impressions Of Earth']
47. The Pigeon Detectives - You Better Not Look My Way [do álbum 'Wait For Me']
48. Infadels - Can't Get Enough [do álbum 'We Are Not The Infadels']
49. The Twang - Aimless With An Aim [do CD-Single 'Wide Awake']
50. The Go! Team - Grip Like A Vice [do álbum 'Proof Of Youth']
51. The Duke Spirit - Lassoo [do EP 'Ex-Voto']
52. The Raveonettes - That Great Love Sound [do álbum 'Chain Gang Of Love']
53. Interpol - C'Mere [do álbum 'Antics']
54. The Killers - Mr. Brightside [do álbum 'Hot Fuss']
55. The Stills - Still In Love Song [do álbum 'Logic Will Break Your Heart']
56. LCD Soundsystem - Someone Great [do álbum 'Sound Of Silver']
57. Shocking Pinks - This Aching Deal [do álbum 'Shocking Pinks']
58. Digitalism - Pogo [do álbum 'Idealism']
59. Blood Red Shoes - It's Getting Boring By The Sea [do EP 'I'll Be Your Eyes']
60. Los Campesinos! - You! Me! Dancing! [do EP 'Sticking Fingers Into Sockets']
61. Voxtrot - Blood Red Blood [do álbum 'Voxtrot']
62. The Wedding Present - Perfect Blue [do álbum 'Take Fountain']
63. Ash - Twilight Of The Innocents [do álbum 'Twilight Of The Innocents']
64. Okkervil River - John Allyn Smith Sails [do álbum 'The Stage Names']

2007/11/28

Agenda de 28 Nov-Algumas Sugestões

29.11 - Dope Nose Delirium by Kraak (DJ-Session) @ Bar Agito, Lisboa



30.11 - Alloy Mental, Woman in Panic, Cartell 70
[1ª parte: Kraak Cracks the Devil Up (DJ-Session)] @ MusicBox, Lisboa (ver passatempo no site da FLUR!)

30.11 - Peter Murphy @ Pavilhão Municipal, Gaia
30.11 - Bunnyranch @ Fábrica da Palha, Marinha Grande
01.12 - Asobi Seksu, Junior Boys @ Casa da Música, Porto
04.12 - Au Revoir Simone @ Theatro Circo, Braga
05.12 - Au Revoir Simone @ Santiago Alquimista, Lisboa
05.12- Fish @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Clã @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Stars of the Lid @ Cinema Nimas, Lisboa
06.12 - Fish @ Europarque, Santa Maria da Feira
07.12 - Nouvelle Vague @ Aula Magna, Lisboa
08.12 - Stars of the Lid @ Theatro Circo, Braga
08.12 - Nouvelle Vague @ Centro de Artes e Espectáculos, Guimarães
12.12 - Clã @ Casa da Música, Porto
>-- 2008 --<
08.01 - Babyshambles @ Coliseu de Lisboa, Lisboa
08.03 - The Cure @ Pavilhão Atlântico, Lisboa

2007/11/27

Dope Nose Delirium, by Kraak


Está aberto o convite para já no próximo dia 29 Nov '07, a partir das 22hs no Bar Agito, mais uma animada (cof! cof!) noite musical, baptizada "Dope Nose Delirium". Lá, no sítio de costume, onde muita malta se encontra, onde muita gente fala diversas línguas e onde o mar (o céu e a terra) e o dj de serviço estarão prontos para saciar a vossa fome musical.

(O delírio já começou pelo post)

:)

2007/11/23

07-06-47/The Stage Names (Okkervil River)


Embora a minha vida não seja um filme, ela poderia servir de inspiração para rabiscar alguns contos que, seguramente quem os escrevesse, poderia transcrever alguma narrativa interessante. Claro, mas esta (minha) vida mediana não é nada comparada à grandiosidade do mais recente trabalho dos Okkervil River, o seu 4º álbum, 'The Stage Names', o qual tem servido para uma grande reflexão no interior dos rios que ando a percorrer ao longo de toda esta minha curta vida. Curiosamente uso neste parágrafo expressões inspiradas nas próprias letras presentes por alguns temas do álbum 'The Stage Names'.

Os 3 primeiros temas do álbum abrem o ar happy-rock do álbum e parece dar o sinal do que virá a seguir, como se não conseguíssemos mesmo travar as mãos desta banda. Parece estarem todos concentrados ao princípio para não nos obrigar a deixar o disco a meio. Mas se estes 3 primeiros temas já nos agarram ao tecto, o melhor vem a seguir, com o desfile de beleza, romantismo, solidão e emoções quer sonoras quer escritas as quais conseguem transformar o tecto em chão, como se ficássemos de pernas para o ar. Coração e mente já arrasadas, o pino inverte a cadência do sangue e a viagem pelo disco, que parece interminável, continua o seu curso, podendo mesmo acabar de maneira triste, segundo o alinhamento do álbum.

Sem ignorar os The National, nos últimos tempos só mesmo os Okkervil River conseguiram reunir num mesmo álbum um conjunto de temas de tal forma inspirados e que me obriga a parar para interpretar as letras que dão voz às músicas (já ia tendo um acidente à pala deste disco). Relacionar tópicos banais da vida com a morte, a perda ou outras aflições quase quotidianas, obriga à reflexão daquilo a que temos que sobreviver para continuar a viver com todas estas tribulações. Tudo isto graças não só aos Okkervil River enquanto banda, mas especialmente ao vocalista e também compositor Will Sheff. Soberbo.

No actual contexto musical mundial onde parece que cada vez mais se vive à base de downloads, piratarias, electrónica em grande quantidade mas com qualidade duvidosa, djs a reavivarem a dance-music pelas pistas deste mundo, o mínimo que posso aconselhar às pessoas mais sensatas é que comprem este álbum (aproveitem também para ouvir o belíssimo trabalho anterior dos Okkervil River, 'Black Sheep Boy') o qual é uma verdadeira pérola para nunca ser esquecida e disperdiçada pelo disco rígido do computador ou por um leitor mp3 pleno de canções. Isto serve para lembrar que com tantos álbuns por aí à solta, este é um daqueles que seguramente preenche (quase) todos os universos... e pelos mais variados motivos temos que o ter em casa para os momentos mais especiais das nossas vidas, nem que seja a pensar no futuro.

Dos 9 temas presentes neste álbum, depois do que já escrevi, destaco todos, obviamente. São todos muito bons. Entretanto, e como habitualmente, deixo um destaque especial para "Unless It's Kicks", "A Hand to Take Hold of the Scene", "Savannah Smiles", "A Girl in Port" e o último tema do álbum, "John Allyn Smith Sails", o qual parece aproveitar uma referência lírica de um tema dos The Beach Boys ("Sloop John B", de 1966), interpretada com malhas à Nick Cave, e que é de uma beleza extraordinária, apesar de relatar o trágico episódio relativo ao suicídio de um poeta norte-americano, John Berryman, em 1972. Um dos grandes temas de 2007, na minha opinião.

Altamente Recomendado!

"I've come to feel, out on the sea
these urgent lives press against me"

:: "John Allyn Smith Sails" pelos Okkervil River, disponível para audição via side-bar do blog Paixaum >+++'>, nesta data.
:: "A Girl in Port" pelos Okkervil River, disponível para audição via side-bar deste blog, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os Okkervil River neste blog: 1. Vídeo: John Allyn Smith Sails (Okkervil River); 2. Clip: Our Life Is Not a Movie or Maybe (Okkervil River).

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/22

07-05-47/Editors @ Pavilhão do Restelo, 16 Nov '07


Numa noite algo fria fora do Pavilhão do Restelo, os Editors regressaram a Portugal, desta vez para um concerto próprio, para satisfazer às várias camadas de pessoas que se dirigiram ao velhinho Belenenses, seja para aqueles que pensavam que os iriam ver este ano no Festival Sudoeste, seja para admiradores, seja para fãs, seja para curiosos. Obviamente também para divulgar o seu mais recente trabalho, 'An End Has a Start'.

Com o Pavilhão praticamente esgotado, apesar do exagerado preço do bilhete, para mim, este concerto foi uma agradável surpresa, não sendo o concerto do ano e apesar de achar que 'An End Has a Start' é um dos piores álbuns de 2007. Os motivos de tão boa surpresa são bastante variados. Nunca os tinha visto ao vivo e pude realmente comprovar que os Editors são realmente grandes em palco. Valeu mesmo a pena ver como o colectivo britânico defendeu os seus temas ao vivo, dispensando bengalas ou evitando temas mais susceptíveis de atingirem o deslize durante o concerto. Claro, tudo isso com uma inesgotável energia presente durante todo o concerto que ajudou a aumentar a temperatura do recinto.

O set foi bastante equilibrado, na minha opinião. Houve alguns momentos mais mortos, mas isto é a própria consequência do 2º trabalho da banda, onde alguns temas pedem efectivamente outro tipo de ambiente para divulgação. Tirando estes pequenos momentos, o concerto foi sempre a abrir e sem medos. Sem inocência e sem clichés por começarem logo a atacar com os temas de maior êxito e que a maioria das pessoas queria ouvir. Os Editors souberam alternar conscientemente grandes músicas do 1º álbum ("All Sparks", "Blood", "Finger in the Factories", "Open Your Arms", "Munich", "Lights") com as do 2º (com maior destaque aos melhores temas do 2º álbum, como "Bones", "Escape the Nest" e "The Racing Rats"), além de terem também intercalado um novo tema o qual será o lado-B do próximo single, 'The Racing Rats' e o lado-B de um outro, mais antigo, 'Bullets'.

Resta-nos esperar pelo próximo trabalho dos Editors, provavelmente em 2009, para comprovarmos como o bom desempenho da banda terá evoluído e que passe a demonstrar que a decepção do 2º trabalho da banda tenha sido apenas uma fase transitória e que efectivamente os Editors possam ser comparáveis aos Joy Division. Isto para mim é um sinal positivo, ao contrário daquilo que muitos fingem não defender.

:: "Munich" pelos Editors, em audição no Radio.Blog do blog Paixaum >+++'>, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os Editors neste blog: 1. Interpol-Coliseu de Lisboa, 7 Nov '07; 2. Kraak no Incógnito-Set, 25 Out '07; 3. Stop Barking at Indie-Set, 4 Out '07; 4. I Want Candy-Set, 19 Set '07; 5. Once Upon a Time in the West (Hard-Fi); 6. Top '07 (Provisório), #2; 7. Ra Ra Riot-Novo EP; 8. Hey Interpol, How Are Things in the EAST Coast?; 9. An End Has a Start (Editors) [links para artigos mais antigos através deste post].

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/21

07-04-47/Agenda de 21 Nov-Algumas Sugestões

23.11 - Plastica @ Alfa, Leiria
24.11 - Dead Combo @ Teatro Miguel Franco, Leiria
26.11 - Josh Rouse @ Aula Magna, Lisboa
27.11 - Josh Rouse @ Theatro Circo, Braga
29.11 - Dope Nose Delirium by Kraak (DJ-Session) @ Bar Agito, Lisboa
30.11 - Alloy Mental, Woman in Panic @ MusicBox, Lisboa
30.11 - Peter Murphy @ Pavilhão Municipal, Gaia
04.12 - Au Revoir Simone @ Theatro Circo, Braga
05.12 - Au Revoir Simone @ Santiago Alquimista, Lisboa
05.12- Fish @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Clã @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Fish @ Europarque, Santa Maria da Feira
12.12 - Clã @ Casa da Música, Porto
>-- 2008 --<
08.01 - Babyshambles @ Coliseu de Lisboa, Lisboa
08.03 - The Cure @ Pavilhão Atlântico, Lisboa

2007/11/20

07-03-47/The Kissaway Trail (The Kissaway Trail)


Uma vez mais temos por este blog a Escandinávia em relevo, desta vez com aqueles que podem ser considerados a revelação de 2007, os dinamarqueses The Kissaway Trail os quais lançaram um álbum homónimo, selado pela Bella Union, sim a mesma editora que nos trouxe no ano passado os My Latest Novel, os Howling Bells e os fabulosos Midlake.

Os The Kissaway Trail apresentam-nos com este álbum um trabalho pleno de melodias pop, mas com um toque especial de euforia que fica sempre bem-vindo no meio de algum melodrama. Basta ouvir ou ver o clip do tema "La La Song", para percebemos bem a linguagem que tento transmitir por estas linhas. O mais curioso é que esta rapaziada consegue reunir no mesmo álbum sonoridades que variam desde os The Strokes aos Arcade Fire e/ou The Polyphonic Spree, e com algumas malhas à Sigur Rós. Isto cria qualquer coisa de interessante neste álbum de estreia, obrigando-nos a reagir a esta nova sonoridade como algo já conhecido dos nossos auriculares, mas que por vezes nos faz prender a respiração.

Por falar em auriculares, cada um dos temas de 'The Kissaway Trail' parece um raio de sol a entrar pela janela do ouvido nestes dias mais sombrios, embora alguns temas tragam consigo aquela melancolia característica própria de algumas músicas. Muitas vezes tentamos perceber pelas letras onde se encontra o lado mais escuro deste jovial e alegre grupo. Sem perda de generalidade, este álbum representa um conjunto de canções bastante imaginativas e com um leque de géneros bastante variado, como se por vezes imaginássemos o rock alternativo de mãos dadas com a bossa nova. Um début brilhante.

Os destaques vão para praticamente todos os temas do álbum, mas, como habitualmente, quero realçar alguns temas obrigatórios: "Forever Turned Out to Be too Long", "Smother+Evil=Hurt", "Tracy", "La La Song", "61", "Sometimes I'm Always Black" e a última faixa do álbum (estas perseguem-me nos últimos tempos), "Bleeding Hearts", perfeita para sonhar e acordar após a tempestade. A maioria destes temas está disponível para audição através do MySpace da banda.

Recomendado!

:: "Bleeding Hearts" pelos The Kissaway Trail, disponível para audição via side-bar deste blog, nesta data.
:: "Smother + Evil = Hurt" pelos The Kissaway Trail, (ainda) disponível para audição via side-bar deste blog, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os The Kissaway Trail neste blog: 1. Clip: La La Song (The Kissaway Trail); 2. Stop Barking at Indie-Set, 4 Out '07; 3. Someone Still Loves You Boris Yeltsin.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/18

07-01-47/Interpol @ Coliseu de Lisboa, 7 Nov '07


O entusiasmo com que fui para o concerto dos Interpol não foi o mesmo que tinha quando caminhava para os ver no Rock Werchter '07, ao contrário dos Blonde Redhead (1ª parte). As razões são simples e comuns a muitas pessoas: gosto bastante dos álbuns anteriores, não gosto muito do recente trabalho 'Our Love to Admire' (no meu caso particular, excepto 2 ou 3 temas) e já os tinha visto este ano.

Tal como já tinha expressado e agora confirmo, os concertos dos Interpol são bons, mas nada que se aproxime do "excelente" ou daquilo a que se pode chamar "O concerto". Notei que finalmente a questão da "arrogância" dos Interpol parece ter sido definitivamente afastada do plano social. Desta vez, ao contrário, apesar de se ter notado uma maior interacção com o público, notou-se um certo desgaste por parte do grupo, alguma ausência de energia, especialmente durante temas como "Evil", "C'mere", "Not Even Jail" e "Slow Hands", onde apenas o guitarrista Daniel Kessler parecia oferecer ao público a vibração que era pedida.

Relativamente ao público presente no Coliseu de Lisboa, considero a sua reacção perfeitamente normal num concerto deste tipo. A maioria das pessoas estava ali para curtir, dançar, tentar fazer mosh, gritar e cantarolar e cantar os temas que sabiam de cor. Isto é positivo. Significa brio, vontade, gosto por ali estar, quer tenham 13/14 anos, quer tenham 50. Quer conheçam os temas por vontade própria quer conheçam os temas pela telenovela da noite. Quer porque ouviram na Radar ou na RFM.

O alinhamento foi bastante equilibrado na minha opinião. Claro está que a promoção do 3º álbum seria importante, apesar de ter sido bastante bem ponderada com temas dos álbuns anteriores (efectivamente a parte mais chata do concerto desenrolou-se na presença de alguns temas do 3º álbum, com excepção para "Pioneers to the Falls" (que abriu o espectáculo de forma arrepiante), "Mammoth" e "Rest My Chemistry", que considero as melhores músicas do álbum.

Apesar de tecnicamente correctos, apesar de seguirem os seus temas em palco tal como se estivessem em estúdio, claro que a reacção do público foi totalmente cooperante, especialmente após "Mammoth", com o desfile dos hits (excepto "The Lighthouse" ali pelo meio) até ao fim com o escaldante "Not Even Jail" e imediatamente antes dos encores finais.


Apesar de algumas vozes negativas do lado dos media ou do lado de alguns bloggers, embora com alguma razão entre alguns aspectos notificados, continuo a achar que o concerto foi bom. Para quem não estava muito inspirado naquela noite (apesar de ter sido, à partida, uma noite muito especial para mim), sair do Coliseu contente e com um sorriso, significou que a noite ali passada foi positiva e isto para mim chega para classificar o concerto como bom.

2007/11/17

07-07-46, #2/Blonde Redhead @ Coliseu de Lisboa, 7 Nov '07

Após ter visto os Blonde Redhead este ano no Rock Werchter '07, acho um pouco ingrato ve-los a actuar como primeira banda no concerto dos Interpol. Acho que a carreira deles justificaria um concerto próprio por terras lusas. De qualquer forma, para mim, foi a confirmação do que já tinha assistido: um bom concerto, demasiado curto (o que foi pena), assim como curtas foram as referências citadas nos media no dia a seguir ao do concerto.

Uma vez mais, a cada música que passava, tornava-me mais frágil, mais vulnerável, mais intimista, mais bem disposto com o desfile dos temas que se restringiram, na sua maioria, aos mais conhecidos do último álbum, '23'. Outros de fora ficaram, com grande pena minha. Foi uma boa prestação do trio sediado em Nova Iorque que não durou mais de 40 minutos, embora tenha gostado mais do concerto assistido em Junho deste ano.

.:: Artigos relacionados com os Blonde Redhead: 1. Kraak no Incógnito-Set, 25 Out '07; 2. Nada Surf Com Novo Álbum em 2008; 3. Stop Barking at Indie-Set, 4 Out '07; 4. Top '07 (Provisório), #2; 5. Blonde Redhead (Pelo Menos 23X23 Vezes); 6. Blonde Redhead-Rock Werchter, 30 Jun '07.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

07-07-46/Clip: La La Song (The Kissaway Trail)

"The Stars, the stars the stars the stars will guide us"

Para esta semana, o clip vem do Reino da Dinamarca e chega-nos através de uma das chamadas bandas-revelação de 2007, na minha opinião: The Kissaway Trail. "La La Song", uma canção alegre para todos os nossos dias tristes. Mesmo quando somos consumidos por tal estado de tristeza, é impossível não esboçar um sorriso quando se ouve tal tema.

Ao clicares na imagem abaixo, acedes ao site onde se encontra alojado o referido video. Se carregares em play, mas na linha de controlo, visualizas o dito neste blog. É contigo a decisão, mas depois não digas que não seria bom estar sobre as montanhas a cantar "la la-la-la-la-laa-la, la-la-la-la-laa-la". :P


Video Credits: wheresmystuff @ youtube.com

:: "Smother + Evil = Hurt" pelos The Kissaway Trail, disponível para audição via side-bar deste blog, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os The Kissaway Trail neste blog: 1. Stop Barking at Indie-Set, 4 Out '07; 2. Someone Still Loves You Boris Yeltsin.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/16

07-06-46/Bonnie 'Prince' Billy-Novo Álbum de Covers


Os fãs de Will Oldham (aka Bonnie 'Prince' Billy) podem deliciar-se, já a partir do próximo dia 19 Nov '07, com o lançamento do seu mais recente trabalho, desta vez através de um álbum de covers, 'Ask Forgiveness'.

Detentor de uma grande carreira, com álbuns que seguramente muitos de nós não iremos esquecer, entre os quais 'I See A Darkness', 'Superwolf' ou mesmo o seu último e magnífico trabalho, 'The Letting Go', Will Oldham surpreende-nos agora com esta nova aposta a qual contem apenas 8 faixas, uma das quais original do próprio Bonnie 'Prince' Billy, "I'm Loving the Street". As restantes 7 passeiam-se através de originais de Björk ["I've Seen It All" (MP3 cortesia de The Modern Music)], Danzig, Frank Sinatra, entre outros.

'Ask Forgiveness' conta ainda com a hábil e excelente contribuição dos Espers.

.:: Artigos relacionados com Bonnie 'Prince' Billy neste blog: 1. Reykjavik!; 2. Bonnie 'Prince' Billy-Hoje no Maxime [restantes links a partir deste post].

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/15

07-05-46/Creature


Se pensavam que a actual música Made in Canada não ultrapassava a fronteira do indie rock ou do indie pop, sem ignorar os We Are Wolves/Nous Sommes Loups ou os We You Say Party! We Say Die! (qual dos 2 os Klaxons canadianos), esqueçam, porque o quarteto Creature tem dado muito nas vistas nos últimos tempos, tendo sido já considerados como a resposta canadiana aos !!! e aos The Rapture.

Os temas disponíveis para audição no MySpace da banda realçam uma formidável combinação harmónica de ritmos cruzados entre Blondie, Outkast, Kraftwerk e os The Rapture, contagiando tudo e todos com o seu pop, hip-hop, punk, dance-punk, new wave e funk.

A banda já vai no seu segundo EP. Fica aqui, para quem gostar, uma amostra de "Pop Culture" [MP3 cortesia de Brooklynvegan] e de outra delícia chamada "Don't Say No to Brigitte Bardot", cujo vídeo gravado no SXSW '07 pode ser visto através deste link.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/14

07-04-46/Agenda de 14 Nov-Algumas Sugestões

16.11 - The Young Gods, Grand National, Coldfinger @ Cinema São Jorge, Lisboa
16.11 - Pop Dell'Arte @ Biblioteca Municipal, Barcelos
16.11 - Nina Nastasia @ Casa das Artes, Famalicão
16.11 - Editors @ Pavilhão do Restelo, Lisboa
17.11 - Pop Dell'Arte @ Passos Manuel, Porto
17.11 - Sean Riley & The Slowriders @ Retro Bar, Marinha Grande
17.11 - The Young Gods @ Centro de Artes do Espectáculo, Portalegre
23.11 - Plastica @ Alfa, Leiria


26.11 - Josh Rouse @ Aula Magna, Lisboa
27.11 - Josh Rouse @ Theatro Circo, Braga
30.11 - Alloy Mental, Woman in Panic @ MusicBox, Lisboa
30.11 - Peter Murphy @ Pavilhão Municipal, Gaia
04.12 - Au Revoir Simone @ Theatro Circo, Braga
05.12 - Au Revoir Simone @ Santiago Alquimista, Lisboa
05.12- Fish @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Clã @ Aula Magna, Lisboa
06.12 - Fish @ Europarque, Santa Maria da Feira
12.12 - Clã @ Casa da Música, Porto
>-- 2008 --<
08.01 - Babyshambles @ Coliseu de Lisboa, Lisboa
08.03 - The Cure @ Pavilhão Atlântico, Lisboa

2007/11/13

07-03-46/The Answering Machine

Seguindo a sugestão da NME, fui ver que nova banda seria esta que aparecia em destaque numa das páginas daquela revista. Pois, foi com uma surpresa moderada que descobri os britânicos The Answering Machine. Digo "surpresa moderada" porque todos já conhecemos os excessos de tal publicação britânica. Após algumas audições pelo MySpace deste grupo, posso dizer que gostei bastante do que ouvi.

Verdadeiros devotos dos Shout Out Louds, The Strokes, Brendan Benson, The Radio Dept. e outros outros grupos, os The Answering Machine lançaram há pouco tempo 2 CD-Single, 'Silent Hotels' e 'Lightbulbs' onde algum dos temas podem ser ouvidos pelo MySpace da banda [para além de "Silent Hotels" (MP3 cortesia de Geno via blog A Certain Romance) e "Lightbulbs", ouvir com atenção "Oklahoma" (que parece qualquer coisa feita pelos The Strokes) e o lado-B do CD-Single 'Silent Hotels', "It's Over! It's Over! It's Over!" o qual é delicioso].

Agradável também sentir alguma semelhança com outra banda britânica, esta oriunda do País de Gales e que já foi referida neste blog: Los Campesinos! Tudo isto porque um dos singles, "Silent Hotels", parecia-me algo familiar. Após algumas investigações, posso concluir com alguma segurança que este ficaria bem encaixado no último EP dos Los Campesinos!, 'Sticking Fingers into Sockets'.

The Answering Machine: uma banda a seguir com atenção, mas espero que sem hypes desmesurados. Espero voltar a falar deles por este blog.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/12

07-02-46/CDs à Venda-Spread the Word!

Um blog não serve propriamente para este tipo de coisas... peço desculpa por este post. Mas o problema é que há 1 mês fiz uma encomenda de CDs que levou imenso a tempo a chegar. Depois de alguns e-mails para trás e para a frente, recebi duas encomendas exactamente iguais. Conclusão: para não ter que devolver uma delas e pagar portes de envio (já basta o prejuízo da dupla encomenda), decidi pôr os CDs à venda ao mesmo preço de aquisição. Se alguém estiver interessado (o Natal está a chegar... :P), tenho os seguintes CDs (originais) para venda:

1. Cazals - 'Poor Innocent Boys' (CD-Single) - € 8,21
2. Eluvium - 'Copia' - € 14,84 [Vendido em 18 Nov]
3. Stars of the Lid - 'And Their Refinement of the Decline' (CD Duplo) - € 18,54
4. Shellac - 'Excellent Italian Greyhound' - € 15,57
5. GoodBooks - 'Control' - € 15,57
6. Tunng - 'Good Arrows' - € 14,09
7. Liars - 'Liars' - € 14,09 [Adquirido pelo Mr. S em 13 Nov]
8. Jakobínarína - 'The First Crusade' - € 14,12
9. Caribou - 'Andorra' - € 15,57 [Adquirido pelo M.A. em 13 Nov]
10. The Go! Team - 'Proof of Youth' - € 12,61 (tenho 2 exemplares [1 adquirido pelo Puto e outro pela Oaktree em 13 Nov])
11. PJ Harvey - 'White Chalk' - € 14,09 [Adquirido pela Myself em 13 Nov]

2007/11/11

07-01-46/Vídeo: John Allyn Smith Sails (Okkervil River)

"This is the worst trip I've ever been on"...

Para finalizar o dia de hoje e iniciar uma nova semana, mais um vídeo a reter, para aquela que será para mim, uma das músicas do ano de 2007: "John Allyn Smith Sails" dos Okkervil River. O vídeo foi gravado durante uma actuação da banda em Montréal, CA, no passado dia 23 Set '07.

Ao clicares na imagem abaixo, acedes ao site onde se encontra alojado o referido video. Se carregares em play, mas na linha de controlo, visualizas o dito neste blog. É contigo a decisão, mas depois não digas que eu não tinha avisado que queria ir para casa. :P


Video Credits: trendwhore @ dailymotion.com

:: "John Allyn Smith Sails" pelos Okkervil River, disponível para audição via side-bar do blog Paixaum >+++'>, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os Okkervil River neste blog: 1. Clip: Our Life Is Not a Movie or Maybe (Okkervil River).

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/10

07-07-45/Clip: Fit Song (Cornelius)

Cornelius, (MySpace), ou também o japonês com nome de baptismo Keigo Oyamada, cujo nome artístico foi adoptado por influência da série "O Planeta dos Macacos", regressou em 2006 com mais um excelente álbum, 'Sensuous', o qual só navegou para outros continentes este ano e tem recebido óptimas críticas por parte da imprensa musical.

Para reviver, em partes, o "fenómeno" também por ele criado, Shibuya-Kei, o qual permitiu emergir nos anos '90 os Pizzicato Five (quem não se lembra deles?), nada como ver mais um dos seus maravilhosos clips, "Fit Song", retirado do último álbum, 'Sensuous'.

Ao clicares na imagem abaixo, acedes ao site onde se encontra alojado o referido clip. Se carregares em play, mas na linha de controlo, visualizas o dito neste blog. É contigo a decisão, mas depois não digas que eu não tinha avisado que o clip é fantástico. :P


Video Credits: Crazy88Tokyo @ youtube.com

:: "Gum" por Cornelius, disponível para audição via side-bar deste blog, nesta data.

.:: Artigos relacionados com Cornelius neste blog: 1. InterIndieCity Tracks-Set, 14 Set '07.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/09

07-06-45/The Raveonettes-Novo Álbum


Dizem por aí que o novo álbum do duo dinamarquês The Raveonettes, 'Lust Lust Lust', não é nada de especial e que foi produzido com um orçamento muito baixo...

Muito inspirados, como toda a santa gente sabe, nos The Jesus & Mary Chain, parece actuarem um pouco como estes últimos. Segundo consta, os três primeiros temas do novo álbum são os únicos que se aproveitam, remetendo o restante (excepto o tema "Blush" [MP3 cortesia do blog Off the Radar] o qual pode ser ouvido no MySpace da banda) para uma espécie de mistura caótica que ninguém percebe muito bem qual a ideia.

O alinhamento do álbum, bem como a audição dos temas, pode ser encontrado no blog do amigo Parrovski, neste post. 'Lust Lust Lust' sai (já) no próximo dia 12 Nov '07.

.:: Artigos relacionados com os The Raveonettes neste blog: 1. Viva Voce.

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

2007/11/08

07-05-45/A Colecção de Discos dos Guillemots


Os Guillemots estão aparentemente de regresso, não com um novo álbum, mas a fazer uma selecção de alguns temas da sua preferência os quais estão incluídos na famosa compilação 'Back to Mine'.

A selecção feita pelos Guillemots consta de 17 temas que variam desde o fabuloso "Providence" dos Sonic Youth passando por alguns clássicos (The Supremes), algum ritmo brasileiro (Cartola) e algumas bandas/intérpretes de culto, tais como Liars, Björk, Four Tet, Daniel Johnston e Kenickie.

Com tanta coisa distinta nesta compilação, seguramente não irá faltar inspiração para um novo álbum dos Guillemots.

:: "Trains to Brazil" pelos Guillemots, disponível para audição via Radio.Blog do blog Paixaum >+++'>, nesta data.

.:: Artigos relacionados com os Guillemots neste blog: 1. The National-Festival SW, 5 Ago '07; 2. Guillemots-Festival SW, 5 Ago '07 [links para artigos mais antigos através deste post].

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.