2009/06/26

Blank Dogs-"Tin Birds"


Blank Dogs, a famosa banda composta apenas por um elemento que não se sabe exactamente quem é, mas que dá pelo nome meramente figurativo de Mike Sniper, parece ser mais um hype duvidoso vindo de terras norte-americanas.

Com um álbum já editado (hype tardio...), lançou este mês o seu segundo trabalho, 'Under and Under', que fui tentar compreender o que me poderia trazer de bom à minha vida. Encontrei uma mistura exacerbada, atabalhoada e exorcizada de malhas dos The Cure, Joy Division, Sonic Youth e mais algumas camadas electrónicas mal identificadas por mim. Inserida no rol de novas bandas norte-americanas que se devem preparar para uma nova tape C86, não sei se Blank Dogs merece alguma consideração pela música nonsense que tem desenvolvido. Do que ouvi no seu MySpace, o único tema que merece algum destaque é "Tin Birds", na minha opinião.

Hoje em dia, quanto mais fora for o que se faz, mesmo que nada valha, parece ter valor. Pfff! Puff!

..:: Automatic English (bad) Version powered by Google.

3 comentários:

Graven disse...

Blank dogs se pecar, é por excesso. Afinal de contas estamos a falar de um álbum com 15 faixas. Das duas uma, ou tem-se um amor incondicional por Death in June/Cure/Joy Divison/Swans ou então é-se um bocadinho masoquista.

Outros portos seguros (para além do Tin Birds) no Under and Under: Around the room, L Machine, Burning down your house, Night night, Face watching.

Kraak disse...

Graven :) Pois, caro. Obviamente masoquista é que não. Há praias que não costumo frequentar, hehe. Quando me falaste sobre os Blank Dogs, já os conhecia, mas não "profundamente" como fui averiguar. "Tin Birds" é uma boa proposta. O resto... hum... melhor ir apanhar rosas no parque.

Graven disse...

Apanhar rosas no parque? Ao som de Blank Dogs? Isso é mesmo MUITO Avant Garde.